A contracepção de emergência, contracepção pós-coito ou pílula do dia seguinte, refere-se a métodos de contracepção que podem ser utilizados para evitar a gravidez nos primeiros 5 dias após a relação sexual. O método é destinado para uso após a relação sexual desprotegida, falha ou mau uso de anticoncepcionais (como pílulas esquecidas, ou rupturas ou deslizamentos do preservativo), estupro ou sexo desprotegido coagido.

A contracepção de emergência é eficaz somente nos primeiros dias após a relação sexual antes do óvulo ser liberado do ovário e antes que o espermatozóide fertiliza o óvulo. A contracepção de emergência não pode interromper uma gravidez estabelecida ou prejudicar um embrião em desenvolvimento.

  • Prescrição online
    do nosso médico
  • Prescrição
    válida em qualquer farmácia
  • Entrega expressa
    sem custo
  • Tudo incluído no preço
    Não há taxas adicionais

ellaOne

Fabricante: HRA Pharma

EllaOne é conhecido como uma "pílula do dia seguinte". Este medicamento reduz as chances de engravidar após sexo sem proteção, se consumido até 72 horas após a relação sexual. Para obter este medicamento, faça sua consulta através do nosso serviço online discreto e encomende o EllaOne já.

Leia mais sobre isso ellaOne
Faça a compra do ellaOne e receba em casa
Entrega no dia seguintes sem custo Prescrição médica incluída
Faça o pedido do ellaOne agora
Excepcional Trustpilot 4.5 / 5 Pacientes deixaram o seu comentário no trustpilot

Levonelle

Fabricante: Bayer Healthcare

Levonelle é uma marca comum de "pílula do dia seguinte", eficaz na proteção contra a gravidez. Este medicamento reduz as chances de engravidar após o sexo sem proteção, se consumido até 72 horas após a relação sexual. Para obter este medicamento, faça sua consulta através do nosso serviço online discreto e encomende o Levonelle já.

Leia mais sobre isso Levonelle
Faça a compra do Levonelle e receba em casa
Entrega no dia seguintes sem custo Prescrição médica incluída
Faça o pedido do Levonelle agora
Excepcional Trustpilot 4.5 / 5 Pacientes deixaram o seu comentário no trustpilot

O que é contracepção de emergência?

Contracepção de emergência é o nome que se dá ao grupo de medicamentos destinados a evitar a gravidez após a ocorrência de relação sexual não protegida ou falha do método contraceptivo regular (camisinha masculina ou feminina, deslocamento do diafragma, expulsão do DIU, etc.) O método também é recomendado em caso de estupro.

A medicação pode ser utilizada como método contraceptivo de emergência até 5 (cinco) dias após a relação sexual, no entanto, apresenta maior eficácia quando ingerida o mais cedo possível, preferencialmente nas primeiras 72 horas após a relação sexual. Por esse motivo, é conhecida popularmente como “pílula do dia seguinte” ou “pílula pós-coital”.

Como funciona a contracepção de emergência?

A contracepção de emergência é composta por doses fortes de hormônios que possuem a capacidade de atuar em diferentes fases do processo reprodutivo depois da relação sexual com o objetivo de dificultar a incidência de gravidez. A medicação pode agir na inibição da ovulação, na mobilidade dos espermatozoides até a tuba uterina, na fertilização pelos espermatozoides e até mesmo no estágio de implantação no endométrio – depende da substância ativa da pílula do dia seguinte escolhida –, para, desta forma, evitar a gravidez.

A contracepção de emergência só evita a possível gravidez de relações sexuais anteriores (desde que ingerida no período recomendado), ou seja, o método não funciona como os métodos utilizados na contracepção regular, que possuem efeito para as relações ocorridas após a ingestão do medicamento.

Ciclo Menstrual

A alteração no ciclo menstrual e o atraso da menstruação são alguns dos efeitos secundários do uso da medicação de emergência, pois pode impedir ou atrasar a ovulação, causando mudanças mais significativas em mulheres que têm o ciclo bastante irregular. As modificações no ciclo menstrual ocorrem como resultado das altas doses hormonais contidas na pílula do dia seguinte.

Apesar de causar alterações no ciclo menstrual, a contracepção de emergência não possui efeitos sobre a fertilidade, o que não impede a mulher de engravidar em relações sexuais posteriores desprotegidas. Após a ingestão da medicação, até a próxima menstruação, indica-se o uso de preservativo durante as relações sexuais, mesmo para mulheres que utilizam medicamentos de contracepção regular.

Que pílulas do dia seguinte estão disponíveis?

As duas apresentações mais comuns de pílulas do dia seguinte disponíveis são as do tipo pílula em dose única e a outra com dois comprimidos que devem ser tomados com intervalo de 12 horas.

ellaOne

O ellaOne é um contraceptivo à base da substância ativa acetato de ulipristal, que age no organismo modificando a atividade do hormônio natural progesterona, necessário para a ocorrência da ovulação, ou seja, atua no adiantamento da ovulação.

A embalagem de ellaOne contém 1 (um) comprimido de 30 miligramas de acetato de ulipristal, e outros componentes adicionais como lactose, povidona K30, croscarmelose sódica e estearato de magnésio.

Como contracepção de emergência, o acetado de ulipristal possui eficácia aproximada de 98%, ou seja, a cada 100 mulheres que tomam essa pílula do dia seguinte, apenas 2 mulheres ficam grávidas, uma das maiores taxas de eficácia do mercado em pílulas ingeridas até 120 horas após a relação sexual.

Levonelle

O Levonelle é um contraceptivo de emergência à base de levonorgestrel, uma pílula do dia seguinte produzida com progesterona sintética. As pílulas do dia seguinte mais consumidas no Brasil são a base levonorgestrel.

O levonorgestrel atua por três mecanismos diferentes, sendo a inibição da ovulação o mais importante e o motivo pelo qual sua eficácia é maior o quanto a medicação for tomada. As outras duas fases do processo reprodutivo que Levonelle atua são na fertilização do óvulo pelo espermatozoide e no alojamento do óvulo fecundado no útero.

A embalagem de Levonelle contém 1 (um) comprimido de 1,5 mg de levonorgestrel. A eficácia de Levonelle é maior quando tomada no prazo de até 12 horas após a relação sexual – cerca de 97% –, porém, sua eficácia é reduzida para pouco mais de 50% quando ingerida entre 24 e 72 horas.

Efeitos colaterais da pílula do dia seguinte

Os efeitos colaterais do uso de medicamento de contracepção de emergência podem ser frequentes (podem afetar 1 em cada 10 pessoas), pouco frequentes (podem afetar 1 em cada 100 pessoas) e secundários (podem afetar 1 em cada 1.000 pessoas), que podem variar de acordo com a substância ativa da pílula do dia seguinte e seus componentes.

  • Efeitos frequentes: náuseas, vômitos, dores abdominais, dores pélvicas, sensibilidade mamária, dores de cabeça, tonturas, alterações de humor, dores nas costas, dores musculares, cansaço;
  • Efeitos pouco frequentes: diarreia, azia, gases, boca seca, febre, arrepios, mal-estar, acne e outras lesões na pele, comichão, gripe, alterações de apetite, ansiedade, sonolências, enxaquecas, perturbações visuais, agitação, menstruação intensa/prolongada, alterações na libido, hemorragia vaginal irregular, irritação vaginal;
  • Efeitos secundários: Urticária, sensação de sede, garganta seca, perturbações do paladar, sensibilidade à luz, sensação invulgar nos olhos, vermelhidão nos olhos, dor ou comichão genital, dores durante a relação sexual, período invulgarmente ligeiro, perda de concentração, vertigens, tremores, desorientação, desmaios.

Quem pode usar a contracepção de emergência?

A contracepção de emergência é indicada como método contraceptivo de uso esporádico, para mulheres de todas as faixas etárias que estejam em idade fértil, inclusive adolescentes, sem alterações de dosagem. O Levonelle é pouco eficaz em mulheres com mais de 75 kg e ineficaz em mulheres com mais de 80 kg, segundo comunicado publicado em 2013 pelo FDA (Food and Drug Administration) sobre a substância. Nesse caso, indica-se o uso de ellaOne, que mesmo com indícios de redução da eficácia em mulheres com sobrepeso ou obesidade, não possui estudos conclusivos.

Não devem ingerir pílula do dia seguinte mulheres que tenham alergia a qualquer componente da fórmula do medicamento, como pessoas intolerantes à lactose, presente na fórmula do ellaOne. Pessoas que sofram de asma grave ou doença grave do fígado devem procurar orientação do médico, farmacêutico ou outro profissional de saúde antes de tomar o medicamento.

Como posso saber se a contracepção de emergência foi eficaz?

A maioria das mulheres menstrua cerca de 1 semana após tomar a pílula do dia seguinte, e é a menstruação que confirma a eficácia do método de contracepção de emergência. Como o ciclo menstrual foi interrompido, e dependendo do momento do ciclo, pode levar alguns dias a mais para que a menstruação desça.

No caso de mulheres que apresentam atraso na menstruação de 3 a 4 semanas após o uso da pílula do dia seguinte, o recomendado é fazer um teste de gravidez, visto que há chances na falha do medicamento. Em caso positivo ou negativo, a mulher deve procurar orientação médica o mais breve possível.

Como devo tomar a contracepção de emergência?

A pílula do dia seguinte pode ser tomada a qualquer momento do ciclo menstrual, porém, sua eficácia é maior nos dias que antecedem a menstruação e durante a menstruação, com chances reduzidas de gravidez.

Ambas, Levonelle e ellaOne, são pílulas de dose única, o que facilita bastante sua ingestão, e podem ser ingeridas antes, durante ou após as refeições. Caso apresente vômito até 3 horas após a ingestão do medicamento, tome outro comprimido o mais breve possível.

O medicamento ellaOne não deve ser usado mais de uma vez por ciclo ou utilizado junto com pílula do dia seguinte que contenha levonorgestrel, com riscos de redução da eficácia do mesmo. É possível tomar uma segunda dose do Levonelle em caso de relação sexual desprotegida após 120 horas do consumo da primeira dose.

Precauções a considerar

Devido à alta dosagem fisiológicas de hormônios, não devem ser administradas outras doses seguidamente.

Em caso de efeitos secundários como tontura, sonolência, visão turva e outros sintomas que afetam a visão e coordenação motora, não se deve operar quaisquer ferramentas, máquina ou conduzir veículos.

A pílula do dia seguinte não possui efeito abortivo, portanto, não irá interromper uma gravidez existente. No entanto, se estiver grávida e ingerir o medicamento, o médico deve ser informado. Mulheres lactantes não devem amamentar o bebê diretamente por aproximadamente uma semana após uso de pílula do dia seguinte nesse período.

Pessoas intolerantes à lactose e alguns açúcares devem consultar o médico ou profissional da saúde antes de fazer a escolha do medicamento contraceptivo de emergência.

Fonte: 

CONSENSO SOBRE CONTRACEPÇÃO - URL: spdc.pt

CONSENSO SOBRE CONTRACEPÇÃO - URL: spginecologia.pt

 
Como funciona
    • Selecione o seu medicamento

      Escolha a medicação que gostaria de comprar e selecione a dosagem e quantidade adequada para prosseguir com a sua consulta.

    • Preencha o formulário médico privado

      Preencha o formulário de consulta médica para fornecer mais informações sobre o seu estado de saúde atual para o seu médico. Isto irá permitir que o mesmogaranta que o tratamento prescrito é o mais adequado.

    • O médico emite a prescrição

      Uma vez que o nosso médico verifica o formulário preenchido, uma prescrição é criada e enviada diretamente para a nossa farmácia, que irá então enviar o seumedicamento.

    • O medicamento é enviado no dia seguinte

      A nossa farmácia registada no Reino Unido irá completar uma verificação final garantindo que vai receber o tratamento adequado no dia seguinte.

  • Pílula Contraceptiva Combinada 11 tratamento(s) disponíveis Continuar
  • Minipílula 1 tratamento(s) disponíveis Continuar
  • Atrasar Menstruação 1 tratamento(s) disponíveis Continuar
  • Adesivo Contraceptivo 1 tratamento(s) disponíveis Continuar