A malária é causada por parasitas que são transmitidos às pessoas através da picada de mosquitos fêmeas infectadas. P. falciparum é o parasita da malária mais mortal e o mais prevalente na África, onde os casos de malária e as mortes estão fortemente concentrados. Os primeiros sintomas da malária - febre, dor de cabeça, calafrios e vômitos - geralmente aparecem entre 10 e 15 dias após a picada do mosquito. Sem tratamento rápido, P. falciparum malária pode evoluir para doenças graves e morte.

Em 2015, 95 países e territórios tiveram transmissão da malária em curso e cerca de 3,2 bilhão de pessoas - quase metade da população mundial - estão em risco de malária.

  • Prescrição online
    do nosso médico
  • Prescrição
    válida em qualquer farmácia
  • Entrega expressa
    sem custo
  • Tudo incluído no preço
    Não há taxas adicionais

Malarone

Fabricante: GlaxoSmithKline

Malarone é uma das drogas antimaláricas mais eficazes, usada para prevenir e tratar a malária. O medicamento mata o parasita da malária, logo que ele entra na corrente sanguínea e, consequentemente, impede a doença. Para comprar o medicamento Malarone on-line, preencha o nosso breve questionário e então o nosso médico pode diagnosticar a sua condição. Receita médica e entrega estão incluídos no preço do medicamento.

Leia mais sobre isso Malarone
Faça a compra do Malarone e receba em casa
Entrega no dia seguintes sem custo Prescrição médica incluída
Faça o pedido do Malarone agora
Excepcional Trustpilot 4.5 / 5 Pacientes deixaram o seu comentário no trustpilot

Paludrine/Avloclor

Fabricante: AstraZeneca

O pacote antimalárico Paludrine / Avloclor contém dois tipos de medicamentos diferentes para combater os sintomas da malária e também para protegê-lo(a) contra as formas leves de malária durante uma viagem à áreas de risco, com ingredientes ativo cloridrato de proguanil e fosfato de cloroquina é eficaz para matar os parasitas antes que entrem nas células vermelhas do sangue. Para comprar o pacote antimalárico Paludrine / Avloclor on-line, preencha o nosso breve questionário e então o nosso médico pode diagnosticar a sua condição. Receita médica e entrega estão incluídos no preço do medicamento.

Leia mais sobre isso Paludrine/Avloclor

Doxiciclina Malária

Fabricante: Actavis Laboratórios

A Doxiciclina Malária é um antibiótico utilizado como uma droga antimalárica, age de maneira eficaz na prevenção da doença. Os comprimidos devem ser tomados todos os dias durante a estadia na área de risco e deve ter início dois dias antes da viagem. Para comprar o medicamento Doxiciclina Malária on-line, preencha o nosso breve questionário e então o nosso médico pode diagnosticar a sua condição. Receita médica e entrega estão incluídos no preço do medicamento.

Leia mais sobre isso Doxiciclina Malária
Faça a compra do Doxiciclina Malária e receba em casa
Entrega no dia seguintes sem custo Prescrição médica incluída
Faça o pedido do Doxiciclina Malária agora
Excepcional Trustpilot 4.5 / 5 Pacientes deixaram o seu comentário no trustpilot

O que é a malária?

A malária é uma doença que afeta mais de 500 milhões de pessoas todos os anos, sendo responsável pela morte de pelo menos 3 milhões de pessoas por ano. Trata-se da principal parasitose tropical, causando a morte de milhares de crianças. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a malária é responsável pela morte de uma criança a cada 30 segundos e as que sobrevivem, muitas vezes, apresentam sérios casos de danos cerebrais, tendo dificuldade de aprendizagem e de desenvolvimento.

O mosquito da malária só consegue sobreviver em regiões onde a temperatura mínima seja superior a 15°C e só consegue atingir suficiente número de indivíduos para a transmissão da malária em áreas onde a temperatura média está entre 20 a 40°C, com bastante umidade relativa do ar.

Causas da malária

A malária é própria de regiões tropicais e subtropicais, em virtude de chuvas abundantes, temperaturas mais altas e grande quantidade de água parada, criando o habitat perfeito para a proliferação do mosquito.

A ciência conhece 5 espécies de Plasmodium, que são capazes de infectar o ser humano, sendo que a maior parte da mortalidade é provocada pelo P. falciparum e P. vivax, enquanto que o P. ovale e o P. malariae provocam formas menos agressivas da doença. No sudeste asiático existe a espécie P. knoslesi, que ataca os macacos e provoca infecções graves em pessoas.

Prevenção da picada do mosquito

É necessário o uso de mosquiteiros, que podem ou não ser impregnados com inseticidas, além de roupas para proteção das pernas e dos braços, telas nas portas e janelas, uso de repelentes.

Dormir em um quarto com ar condicionado reduz a probabilidade de picadas, visto que à temperatura ambiente será mais baixa. Portas, janelas e outras rotas de entrada possíveis do mosquito devem ser cobertas com rede de malha fina. É preciso pulverizar o quarto antes do anoitecer com um inseticida (geralmente piretróide) para matar todos os mosquitos que podem ter vindo para o quarto durante o dia. Se houver eletricidade disponível, deve-se usar um dispositivo aquecido eletricamente para vaporizar cápsulas de piretróide sintético no quarto durante a noite.

É importante destacar que não existe nenhuma vacina eficaz contra a malária, havendo apenas medicamentos para a prevenção da doença para viajantes que precisam se deslocar para regiões onde a malária é endêmica.

Prevenção da profilaxia da malária

Medicamentos antimaláricos ajudam a prevenir a malária. O melhor remédio para tomar depende do país visitado, tendo em vista que o tipo de parasita varia entre diferentes partes do mundo. Além disso, em algumas áreas, o parasita se tornou resistente a certos medicamentos.

É recomendável a consulta médica antes de decidir qual o medicamento mais adequado para o seu caso, considerando a sua situação de saúde e o local que pretende visitar.

O tipo de medicação recomendada pelo médico dependerá da área específica a ser visitada. Também dependerá de:

  • Problemas de saúde que o paciente possa ter;
  • Medicação que o paciente esteja tomando atualmente;
  • Duração da estadia;
  • Possíveis problemas com medicações contra a malária no passado.

O paciente deve procurar o conselho médico para cada viagem ao exterior. Não é possível presumir que a medicação tomada no passado será eficaz em outra viagem, mesmo que se trate do mesmo país. Há um padrão de mudança de resistência a alguns medicamentos por parte dos parasitas. Médicos, enfermeiros, farmacêuticos e clínicas de viagem são atualizados regularmente sobre a melhor medicação para cada país.

É preciso tomar a medicação exatamente como aconselhado pelo médico. Isso geralmente envolve iniciar a medicação até uma semana ou mais antes de viajar. Isso permite que medicamento se torne eficaz no corpo do paciente. Além de ser possível identificar possíveis efeitos colaterais antes da viagem.

Áreas de risco da Malária

A malária é tipicamente encontrada nas regiões mais quentes do mundo - em países tropicais e subtropicais. Temperaturas mais elevadas permitem que o mosquito Anopheles se prospere. Os parasitas da malária, que crescem e se desenvolvem dentro do mosquito maduro, precisam de calor para completar o seu crescimento e amadurecimento para que assim sejam capazes de transmitir a doença a seres humanos.

A malária ocorre em mais de 100 países e territórios. Cerca de metade da população mundial está em risco. Grandes áreas da África e sul da Ásia e em partes da América Central e do Sul, Caribe, Sudeste da Ásia, Oriente Médio e Oceania são consideradas áreas onde ocorre a transmissão da malária.

No entanto, a malária não ocorre em todos as áreas que possuem climas quentes. Por exemplo, a malária foi eliminada em alguns países com climas quentes, enquanto alguns outros países não têm malária porque os mosquitos Anopheles não são encontrados lá.

Diagnóstico da malária

O diagnóstico da malária pode ser feito através de análises microscópicas do sangue, confirmando a presença do parasita, ou com testes de diagnóstico rápido, verificando a presença de antígenos. Também existem técnicas de diagnóstico usando a reação em cadeia da polimerase, detectando o DNA do parasita, mas o seu uso nas regiões endêmicas é muito raro, principalmente em virtude do custo elevado e da complexidade de sua aplicação.

Sintomas da malária

Os sintomas mais comuns da malária são a febre alta, que tem início de forma contínua, reduzindo sua frequência para três em três dias, além de calafrios, dores de cabeça e dores musculares, taquicardia, aumento do baço e, em alguns casos, delírios provocados pela febre.

A contaminação pelo P. falciparum também provoca, pelo menos um entre dez casos, o desenvolvimento da denominada malária cerebral, que é responsável por cerca de 80% dos casos letais de malária.

Os sintomas da malária também incluem ligeira rigidez na nuca, perturbações sensoriais, sonolência e desorientação, além de convulsões, excitação, vômitos e dores múltiplas, podendo levar o doente ao estado de coma.

Complicações que a malária pode trazer a longo prazo

A malária pode ser tratada com a utilização de medicamentos certos, as pessoas que têm a malária podem ser curadas e todos os parasitas da malária podem ser removidos do seu corpo. No entanto, a doença pode permanecer, se não for tratada, ou se é tratada com medicamentos incorretos. Alguns medicamentos não são eficazes porque o parasita é resistente a eles ou porque os mesmos são utilizados em dosagens incorretas.

Das seis espécies de Plasmodium que afetam os seres humanos, somente P. vivax e as duas espécies de P. ovale são fases de parasitas dormentes que se alojam no fígado e que podem despertar a doença anos após a infecção primária. P. vivax preferencialmente invade reticulócitos, e a doença repetidamente provoca anemia crônica, que pode ser debilitante e às vezes com risco de vida, especialmente em crianças.

Embora P. vivax tem sido considerada uma forma benigna da malária, por vezes pode causar doença grave. A principal complicação é a anemia em crianças pequenas. Na província de Papua, Indonésia, e em Papua Nova Guiné, onde a transmissão da malária é intensa, P. vivax é uma importante causa de morbidade e mortalidade por malária, especialmente em lactentes jovens e crianças. Ocasionalmente, os doentes mais velhos desenvolvem envolvimento de órgãos vitais semelhante a complicações causadas pelo P. Falciparum. Durante a gravidez, a infecção pelo P. vivax, assim como pelo P. falciparum, aumenta o risco de aborto.

No entanto, em geral, se você é tratado corretamente, os parasitas são eliminados e a infecção desaparecerá de maneira permanente.

Tratamento para a profilaxia da malária

O tratamento da malária pode ser feito com alguns medicamentos, que dependem de prescrição médica após o diagnóstico da doença:

  • Paludrine/Avloclor

O fosfato de cloroquina é o princípio ativo do Paludrine/Avloclor, que ataca os parasitas da malária depois de sua penetração nos glóbulos vermelhos do sangue, impedindo sua multiplicação. A ação do fosfato de cloroquina impede a produção de substâncias que são protetoras dos parasitas e, quando essa proteção é erradicada, eles ficam vulneráveis aos mecanismos de defesa do próprio organismo.

O cloridrato de proguanilo também presente nos comprimidos previne que os parasitas da malária se multipliquem, porém atuando de forma diferente, influenciando diretamente nas enzimas responsáveis pela sua reprodução e evitando que eles se disseminem pelo corpo do doente.

  • Malarone

O Malarone tem como princípios ativos o cloridrato de proguanilo e a atovaquona, que atuam diretamente nas enzimas dos parasitas da malária, que são necessárias para sua multiplicação no corpo humano.

Com sua atuação, os parasitas não conseguem se multiplicar, não disseminando a doença e eliminando-a através do mecanismo natural de defesa orgânica. O sistema imune, dessa forma, é capaz de conter o parasita e combater a doença em menos tempo.

  • Doxiciclina

Os comprimidos de Doxiciclina impedem a síntese de proteínas e enzimas necessárias para a multiplicação dos parasitas da malária. Quando esses parasitas entram no organismo, conseguem se reproduzir com muita facilidade. O medicamento, impedindo a reprodução dos parasitas com a eliminação das enzimas de que necessita, permite que o sistema imunológico consiga eliminar a infecção, antes que se torne mais grave e incontrolável.

A Doxiciclina, no entanto, não pode ser ministrada a mulheres grávidas ou lactantes, já que seu princípio ativo pode prejudicar o desenvolvimento do feto, além de não ser indicada para pessoas que sejam alérgicas à doxiciclina, à minociclina e às tetraciclinas. Pessoas que fazem uso de vitaminas, cálcio ou suplementos ferrosos não devem tomar o medicamento sem prescrição médica, já que esses suplementos podem reduzir a eficácia do tratamento.

A malária é uma doença perigosa, que exige diagnóstico correto e tratamento adequado, que deve ser feito por médicos especialistas, evitando que o doente use métodos próprios ou faça uso de automedicação.

FONTE:

Malária - URL: portalsaude.saude.gov.br

Regiões da Malária URL: who.int

Programa Nacional de Prevenção e Controle da Malária - PNCM URL: bvsms.saude.gov.br

Como funciona
    • Selecione o seu medicamento

      Escolha a medicação que gostaria de comprar e selecione a dosagem e quantidade adequada para prosseguir com a sua consulta.

    • Preencha o formulário médico privado

      Preencha o formulário de consulta médica para fornecer mais informações sobre o seu estado de saúde atual para o seu médico. Isto irá permitir que o mesmogaranta que o tratamento prescrito é o mais adequado.

    • O médico emite a prescrição

      Uma vez que o nosso médico verifica o formulário preenchido, uma prescrição é criada e enviada diretamente para a nossa farmácia, que irá então enviar o seumedicamento.

    • O medicamento é enviado no dia seguinte

      A nossa farmácia registada no Reino Unido irá completar uma verificação final garantindo que vai receber o tratamento adequado no dia seguinte.