Cialis é um medicamento desenvolvido para tratar disfunção erétil e impotência sexual, devendo ser usado de acordo com a indicação médica e nas doses recomendadas.

Contudo, como todo medicamento de prescrição o Cialis também apresenta algumas contraindicações, havendo a necessidade de o paciente conhecer todas as informações sobre sua aplicação, contraindicações e efeitos.

Avisos e precauções sobre o Cialis

O uso de Cialis pode trazer efeitos colaterais que podem se tornarem graves para certos pacientes. A seguir, apresentamos os principais cuidados na administração de tadalafil no tratamento para disfunção erétil em situações específicas:

Cardiovascular

Doenças cardiovasculares pré-existentes podem fazer com que o uso do Cialis leve a um ataque cardíaco. O tratamento de impotência sexual e de disfunção erétil com o Cialis não deve ser indicado para pacientes não aconselhados a manter atividade sexual em decorrência de um estado subjacente no sistema cardiovascular.

Pacientes que sejam analisados medicamente nessas condições exigem avaliação mais apurada antes de serem encaminhados para o tratamento de impotência ou disfunção sexual com o Cialis.

Uma das propriedades do Cialis é a vasodilatação, provocando, portanto, redução na pressão arterial supina em pessoas normais, sem problemas cardiovasculares. A condição apresenta-se de forma comum para usuários de Cialis, trazendo poucas consequências para a maior parte dos pacientes tratados. No entanto, quando o paciente apresenta qualquer condição fora do normal, o médico deve tomar cuidado especial na indicação do Cialis.

O Cialis deve ser indicado com as devidas precauções em pessoas que apresentem as seguintes condições subjacentes:

  • Obstrução do fluxo ventricular esquerdo, que tenham estenose aórtica ou estenose subaórtica hipertrófica idiopática;
  • Pacientes que apresentem controle autônomo prejudicado da pressão arterial.

As condições clínicas a seguir não ofereceram dados relevantes para serem contraindicadas para o uso de Cialis. No entanto, também é preciso cautela na indicação do medicamento:

  • Pacientes que tenham sofrido enfarte do miocárdio, arritmia ou acidente vascular cerebral nos últimos 6 meses, que tenham chegado ao ponto de sofrer risco de morte;
  • Pacientes com hipotensão ou hipertensão arterial quando em repouso;
  • Pacientes com doença arterial coronária com angina instável ou com insuficiência cardíaca.

Ereção prolongada e priapismo

Em raros casos com o uso do Cialis, o paciente pode apresentar ereção prolongada, superior a 4 horas, condição clínica denominada priapismo quando o tempo excede a 6 horas, provocando dores no pênis.

Havendo ereção superior a 4 horas, o paciente deve imediatamente procurar ajuda médica. Caso o priapismo não tenha o tratamento adequado, a situação pode causar sérios danos ao tecido do pênis, de forma irreversível, gerando perda permanente da potência.

O Cialis, além disso, deve também ser aplicado com as necessárias precauções nos pacientes que tenham deformação peniana, seja na angulação, seja fibrose cavernosa ou doença de Peyronie, ou mesmo em pacientes que apresentem condições clínicas que os predisponham ao priapismo, como é o caso de mielona múltiplo, leucemia ou anemia falciforme.

Efeitos na visão

Se o paciente sofrer perda da visão em um ou em ambos os olhos, ou mesmo tiver perturbações sérias, deve interromper o uso do Cialis e buscar imediatamente assistência médica.

Efeitos do Cialis na visão Efeitos na visão

A perda de visão quando se faz uso do Cialis pode ser um sinal de neuropatia ótica isquêmica anterior não arterítica, ou, como se denomina na medicina, NAION. Essa é uma condição bastante rara nos seres humanos, provocando a redução da visão e podendo levar à perda permanente com o uso do Cialis, embora em casos extremamente raros.

A incidência de NAION, segundo estatísticas médicas, é de 2,5 a 11,8 casos em 100 mil homens com idade inferior a 50 anos. O uso de inibidores do PDE-5, como é o caso do Cialis, segundo os estudos clínicos, pode estar associado aos sintomas de NAION, havendo a possibilidade de um aumento aproximado de 2 vezes no risco da ocorrência com a utilização de Cialis.

Portanto, o médico deve considerar a possibilidade de o paciente apresentar fatores de risco de NAION subjacentes ao fazer a prescrição do Cialis. Para pessoas que já tenham apresentado os sintomas, é preciso analisar o maior risco de perda temporária de visão ou de perda permanente.

O Cialis só deve ser indicado, ainda que com as devidas precauções, em casos análogos, apenas quando os benefícios possam superar os riscos.

O uso do Cialis não foi estudado clinicamente em doentes com retinite pigmentosa. Também nesses casos o medicamento deve ser indicado com as precauções necessárias, já que uma parte desses doentes apresenta distúrbios genéticos das fosfodiesterases retinianas.

Perda de audição

Se o paciente, ao fazer uso do Cialis sentir perda subida ou redução na audição, também deve procurar imediatamente assistência médica. A perda de audição pode ser acompanhada de tonturas ou zumbidos, como demonstraram os estudos clínicos feitos com o Cialis, não havendo ainda condições de determinar se a ocorrência está diretamente ligada à administração do tadalafil.

Reações adversas com o uso concomitante de Ritonavir

O uso concomitante de Ritonavir com Cialis pode provocar o aumento das concentrações plasmáticas de tadalafil na corrente sanguínea deforma substancial. O uso de Cialis em pacientes tratados com Ritonavir, portanto, também deve ser feito com cautela.

Embora os estudos clínicos de pessoas expostas a níveis mais elevados de tadalafil sejam limitados, entende-se que podem apresentar redução da pressão arterial, síncope e ereção prolongada, como pôde ser observado em voluntários saudáveis expostos a maiores doses do princípio ativo.

O recomendado é que esses pacientes sejam tratados com doses menores de Cialis.

Combinação com outros inibidores da PDE-5 ou outras terapias de disfunção erétil

O uso do Cialis combinado com outros medicamentos inibidores da PDE-5, como Levitra e Viagra, entre outros, ou mesmo com tratamentos de hipertensão arterial pulmonar com medicamentos que contenham tadalafil podem apresentar redução da pressão sanguínea ou efeitos adversos ainda desconhecidos, não sendo recomendado o uso concomitante.

Nesse caso, o paciente precisa entender que tomar mais de um medicamento para o tratamento da impotência de uma só vez pode se tornar perigoso para a saúde, não aumentando, de forma alguma, a eficácia do tratamento.

Comparação dos principais inibidores da PDE5:

Viagra
Viagra Tabletten und Packung
Activo em: 30-60 min
Duração: 5 horas
Dosagem: 25mg, 50mg, 100mg
Mais sobre o Viagra
Cialis
Cialis Packung und Tabletten
Activo em: 30-60 min
Duração: 36 horas
Dosagem: 10mg, 20mg
Mais sobre o Cialis
Levitra
Levitra Packung und Tabletten
Activo em: 30min
Duração: 5 Horas
Dosagem: 5mg, 10mg, 20mg
Mais sobre o Levitra

Efeitos sobre o sangramento

Depois do início da comercialização dos medicamentos indicados para tratamento de impotência e disfunção erétil, alguns relatos de hemorragia foram apresentados em pacientes que fizeram uso desses medicamentos.

Os estudos clínicos não apresentam uma relação causal entre o Cialis e casos de hemorragia, já que o tadalafil não oferece qualquer diferenciação sobre o tempo de sangramento, mesmo quando tomado sozinho ou com aspirina.

Contudo, os estudos in vitro com plaquetas humanas demonstraram que o tadalafil tem o poder de potencializar o efeito antiagregador no nitroprussiato de sódio, ou seja, o agente fornecedor de óxido nítrico.

A combinação de medicamentos com heparina e tadalafil apresentou um efeito aditivo sobre o tempo de sangramento em cobaias anestesiadas, muito embora a interação não tenha sido estudada em pessoas.

Não foram realizados estudos sobre pacientes que apresentam distúrbios hemorrágicos ou em pacientes com úlcera péptica ativa, o que exige cuidados na prescrição médica.

Fontes:

Publicado em 25 de Maio de 2017.

  • Faça o pedido da prescrição Cialis apenas

    O nosso médico emitirá a prescrição brevemente após a consulta online. A prescrição será enviada para o seu email e pode ser utilizada em qualquer farmácia.

    Faça o pedido da sua prescrição agora
    ou
  • Faça a compra do Cialis e receba em casa

    A nossa farmácia irá enviar o seu medicamento para o endereço escolhido no momento da compra. O nosso serviço inclui médico, prescrição e entrega expressa em 24h.

    Faça o pedido do Cialis agora