O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável no mundo. Estima-se que um terço da população mundial adulta, cerca de 2 bilhões de pessoas, sejam fumantes. Pesquisas comprovam que aproximadamente 47% de toda a população masculina mundial e 12% da feminina fumam.

O tabagismo prejudica quase todos os órgãos do corpo. Ele foi conclusivamente ligado a cataratas e pneumonia , e é responsável por cerca de um terço de todas as mortes por cancro. As taxas globais de mortalidade por cancro são duas vezes mais altas entre fumantes. Em primeiro lugar entre os cancros causados ​​pelo uso do tabaco é o cancro do pulmão - o uso do cigarro foi associado com cerca de 90% de todos os casos de cancro de pulmão. Fumar está associada também com cancro da boca, faringe, laringe, esófago, estômago, pâncreas, cérvix, rim, bexiga, e leucemia mielóide aguda.

  • Prescrição online
    do nosso médico
  • Prescrição
    válida em qualquer farmácia
  • Entrega expressa
    sem custo
  • Tudo incluído no preço
    Não há taxas adicionais

Champix

Fabricante: Pfizer

O Champix é um medicamento para ajudar fumantes a desistirem deste hábito. O medicamento funciona imitando o efeito da nicotina no o corpo (porém o Champix não contêm nicotina). Portanto, o medicamento reduz o desejo de fumar e alivia os sintomas de abstinência. Para comprar o Champix on-line, preencha o nosso breve questionário e então o nosso médico pode diagnosticar a sua condição. Receita médica e entrega estão incluídos no preço do medicamento.

Leia mais sobre isso Champix
Faça a compra do Champix e receba em casa
Entrega no dia seguintes sem custo Prescrição médica incluída
Faça o pedido do Champix agora
Excepcional Trustpilot 4.5 / 5 Pacientes deixaram o seu comentário no Trustpilot

Quão prejudicial é o tabagismo?

O tabagismo é responsável pela morte de 4,9 milhões de pessoas por ano, o que significa cerca de 10 mil mortes por dia. Se o consumo de cigarro continuar se expandindo no mesmo ritmo, o número de mortes anuais em virtude de tabagismo poderá atingir a cifra de 10 milhões no ano de 2030, com metade desse número sendo de pessoas em idade produtiva, ou seja, entre 35 e 70 anos.

Em comparação com o número de não fumantes, os fumantes apresentam um risco muito maior de contrair problemas de saúde, entre os quais:

  • Câncer de pulmão: riscos 10 vezes maior;
  • Infarto e bronquite: riscos 5 vezes maior;
  • Derrame cerebral: risco 2 vezes maior.

O tabagismo envolve o uso do cigarro, responsável pela morte de metade dos fumantes, mas também o fumo é oferecido em charutos, cachimbos, narguilé e rapé, além do cigarro eletrônico, lançado recentemente. O cigarro e o charuto são os principais responsáveis pelo câncer de boca, faringe, laringe e esôfago.

O tabagismo não faz apenas mal a quem fuma. A fumaça produzida é também prejudicial a quem não fuma, colocando quem não fuma na condição de fumante passivo, aumentando também os riscos de câncer de pulmão, infarto e doenças respiratórias.

As crianças são especialmente vulneráveis quando expostas à fumaça do cigarro, adoecendo com mais facilidade e desenvolvendo alergias e problemas respiratórios, correndo o risco de morte súbita na infância e se tornando presas mais fáceis do tabagismo quando crescerem. Mulheres fumantes correm riscos durante a gestação e prejudicam a saúde do bebê.

Quais os benefícios de parar de fumar?

O tabagismo prejudica todo o sistema orgânico, mas, quando um fumante deixa o cigarro, em apenas 20 minutos tem a pressão sanguínea normalizada e, após 2 horas, não terá mais nicotina no seu sangue.

Com apenas 8 horas sem cigarro, o nível de oxigênio no sangue volta ao normal e, em 2 duas, o exultante terá seu olfato bem melhor, sentindo cheiros e paladar aguçados.

Com 3 semanas sem cigarro, a respiração se torna mais fácil, retornando a circulação sanguínea ao seu ponto máximo.

O risco de câncer é reduzido à metade após 10 anos sem cigarro e, após 20 anos, o risco será o mesmo de uma pessoa que nunca fumou.

Abandonar o tabagismo é uma decisão das mais importantes na vida de um fumante, além de melhorar a qualidade de vida de quem convive com ele. O tabagismo é uma dependência da nicotina, que é altamente viciante, exigindo que o fumante tenha muita força de vontade para deixar o cigarro, mas, no momento em que o faz, consegue ganhar maior expectativa de vida, com muito mais saúde.

Métodos atuais para parar de fumar

Alguns métodos existentes para parar de fumar combinam o uso de adesivos de nicotina, repondo a substância no organismo aos poucos, com a redução de forma crescente, ao mesmo tempo em que o fumante vai abandonando o cigarro.

O método, no entanto, exige conhecimento especializado, uma vez que é necessário saber exatamente a dose a ser usada, já que, em excesso, a nicotina pode causar intoxicação e, quando não suficiente, tornará mais difícil controlar os sintomas de abstinência.

Com a terapia de reposição de nicotina são realizadas, normalmente, outras técnicas, como o aconselhamento psicológico, a orientação sobre alimentação, com a reeducação alimentar, e a prática de atividades físicas, em conjunto, para ajudar na melhora da qualidade de vida e a manter o controle do peso, uma vez que, com abandono do tabagismo, há uma tendência a engordar.

Sintomas da abstinência

A abstinência da nicotina apresenta um sintoma gravíssimo no tabagismo: os neurônios, ao sentir falta da substância, utilizam-se da mais poderosa arma do comportamento humano, a ansiedade. Com a falta de nicotina, o fumante perde sua tranquilidade, fica nervoso e agitado, sem conseguir se concentrar em qualquer coisa.

As crises de ansiedade se repetem muitas vezes por dia e, para evita-las, é necessário sempre ter o cigarro a alcance da mão. O cérebro se acostuma com isso e tudo o que pode ser sentido como ansiedade será percebido como falta de nicotina. É por esta razão que se diz que o cigarro acalma.

Quando resolve fugir do tabagismo, o fumante sente que os primeiros dias sem fumar são os piores, com as crises de ansiedade se sucedendo continuamente, chegando a apresentar tremores, sudorese, fome compulsiva, alterações no trato intestinal e no sono, dificuldade de concentração e mudanças de comportamento.

As crises tendem a se reduzir a partir dos terceiro dia e, embora nos primeiros meses a vontade de fumar se manifeste, com o tempo o fumante acaba se acostumando a viver sem o cigarro.

Tratamento de prescrição contra o tabagismo

O Champix é um medicamento contra o tabagismo que possui um princípio ativo denominado vareniliclina. No cérebro, este princípio ativo estimula os receptores de nicotina, reduzindo o desejo de fumar e os sintomas de abstinência.

O Champix impede que a nicotina alcance os receptores e, nesse processo, elimina a sensação de prazer e de satisfação que se tem quando o fumante acende um cigarro, o que faz com que o cigarro se torne algo indigesto.

O tratamento com Champix, em virtude desse resultado, deve começar pelo menos uma semana antes da decisão de parar de fumar, o que vai ajudar a sentir menos os sintomas a partir do momento em que o fumante abandonar de vez o cigarro.

Para eliminar o tabagismo de sua vida, o fumante deve, portanto, decidir uma data que considere a melhor para parar de fumar e começar a tomar o Champix uma semana antes. Assim, o princípio ativo do Champix terá uma concentração suficiente para atuar com maior eficácia no organismo.

O tratamento completo deve ser feito em 12 semanas, começando pelo pacote inicial de 2 semanas, com um comprimido de 0,5 mg nos primeiros 3 dias. A dose deve ser aumentada depois desses dias, com 2 comprimidos no 4 dias seguintes. A seguir, deve-se tomar um comprimido de 1 mg, duas vezes ao dia, pela manhã e à tarde, durante as 11 semanas restantes.

Fontes:


  1. Pare de Fumar, Governo de São Paulo (2016)  - URL: leiantifumo.sp.gov.br
  2. Tabaco - Perguntas e Respostas, Fundação Portuguesa do Pulmão  URL: fundacaoportuguesadopulmao.org
  3. Smoking Cessation, Fiore MC, Bailey WC, Cohen SJ, et al. (1996). Clinical practice guideline no. 18. AHCPR publication no. 96-0692. Rockville, MD: U.S. Department of Health and Human Services, Public Health Service, Agency for Health Care Policy and Research.
  4. Clinical practice guideline: treating tobacco use and dependence, Fiore MC, Bailey WC, Cohen SJ, et al. (2000) - URL: surgeongeneral.gov
Como funciona
    • Selecione o seu medicamento

      Escolha a medicação que gostaria de comprar e selecione a dosagem e quantidade adequada para prosseguir com a sua consulta.

    • Preencha o formulário médico privado

      Preencha o formulário de consulta médica para fornecer mais informações sobre o seu estado de saúde atual para o seu médico. Isto irá permitir que o mesmogaranta que o tratamento prescrito é o mais adequado.

    • O médico emite a prescrição

      Uma vez que o nosso médico verifica o formulário preenchido, uma prescrição é criada e enviada diretamente para a nossa farmácia, que irá então enviar o seumedicamento.

    • O medicamento é enviado no dia seguinte

      A nossa farmácia registada no Reino Unido irá completar uma verificação final garantindo que vai receber o tratamento adequado no dia seguinte.